¿QUIÉNES SOMOS?   PRODUCCIÓN   ALIANZAS   PRENSA   GALERÍA DE FOTOS   CONTACTO



 

PRENSA

 


Embrapa lança guia de manejo de plantas de cobertura e adubação para abacaxi orgânico
07/07/2020

Com a publicação, a Embrapa Mandioca e Fruticultura busca suprir uma demanda de produtores orgânicos por informação sobre o cultivo do abacaxi nesse sistema

A Embrapa Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas, na Bahia, lançou um comunicado técnico que serve de guia para produtores orgânicos que visam trabalhar com a cultura do abacaxi, pouco explorada nesse sistema de produção no Brasil.

O documento trás informações sobre manejo de plantas de cobertura e adubação para abacaxizeiro orgânico em Lençóis, na Chapada Diamantina, onde a Embrapa desenvolve experimentos em fruticultura orgânica em parceria com a empresa Bioenergia Orgânicos. No local são cultivados de forma orgânica, além do abacaxi, manga, maracujá, acerola e goiaba.

Com a publicação, a Embrapa Mandioca e Fruticultura busca suprir uma demanda de produtores orgânicos por informação sobre o cultivo do abacaxi nesse sistema.

Segundo o órgão federal, dentre os fatores que limitam a entrada dos abacaxicultores nesse sistema de cultivo, a falta de informações sobre manejo de solo e doses de adubo orgânico a serem utilizadas nos cultivos merece destaque.

O manejo de solo com o plantio de plantas melhoradoras e a adubação orgânica – destaca a Embrapa, contribuem para a “construção” de um solo com melhores características físicas, químicas e biológicas.

Para o manejo da adubação do abacaxizeiro em sistema orgânico de produção inexistem recomendações para a fertilização com compostos orgânicos e para fontes de origem natural, como o pó de rocha miolito calcosilicatado, informa a Embrapa.

Assim, o conhecimento da dose de adubo adequada para a cultura em sistema orgânico é importante para melhorar a qualidade dos frutos e proporcionar ganho em produtividade e maior retorno financeiro ao produtor.

Em cultivos agroecológicos, o manejo do solo com plantas de cobertura ou melhoradoras tem papel essencial na produção e na qualidade do produto.

Além disso, observa a Embrapa, a utilização de resíduos vegetais e compostos orgânicos como fertilizantes favorece a macro e a microbiota do solo, melhora a agregação do solo e fornece nutrientes para as plantas.

Fonte: @mariobtagro


  Volver a hacer Prensa

ARCHIVOS

Agosto/2020
Julho/2020
Junho/2020
Maio/2020
Abril/2020
Março/2020
Fevereiro/2020
Janeiro/2020
Dezembro/2019
Novembro/2019
Agosto/2019
Julho/2019
Junho/2019
Maio/2019
Abril/2019
Março/2019
Janeiro/2019
Dezembro/2018
Novembro/2018
Outubro/2018
Setembro/2018
Agosto/2018
Julho/2018
Junho/2018
Maio/2018
Abril/2018
Março/2018
Fevereiro/2018
Janeiro/2018
Dezembro/2017
Novembro/2017
Outubro/2017
Setembro/2017
Julho/2017
Maio/2017
Abril/2017
Março/2017
Fevereiro/2017
Janeiro/2017
Novembro/2016
Outubro/2016
Agosto/2016
Julho/2016
Junho/2016
Abril/2016
Março/2016
Fevereiro/2016
Janeiro/2016
Dezembro/2015
Novembro/2015
Setembro/2015
Agosto/2015
Julho/2015
Junho/2015
Maio/2015
Abril/2015
Março/2015
Fevereiro/2015
Janeiro/2015
Dezembro/2014
Setembro/2014
Agosto/2014
Maio/2014
Abril/2014
Março/2014
Fevereiro/2014
Novembro/2013
Outubro/2013
Setembro/2013
Agosto/2013
Julho/2013
Junho/2013
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/08/2020 - Pesquisadores desenvolvem primeiro sistema orgânico de manga do País
31/07/2020 - Ministério da Agricultura faz 160 anos
07/07/2020 - Inédito, maracujá roxo da Bahia é aposta para se tornar símbolo de produção orgânica
07/07/2020 - Embrapa lança guia de manejo de plantas de cobertura e adubação para abacaxi orgânico
16/06/2020 - Boa reputação da Embrapa é destaque em pesquisa com empresas do agro

 

CONTACTO

Avenida Sete de Setembro, 83, Lençóis - Bahia
CEP 46960-000   Caixa Postal 18
+55 (75) 3334 1092
contato@bioenergiaorganicos.com.br